Até quando?


Mais uma vez vim dizer que não sei o que faço da minha vida. De um lado, algumas pessoas insistem em não querer me ajudar, em me deixar na mão, em dizer que eu sou culpada de tudo de ruim que me aconteceu (devo ser culpada até de ter nascido), e outras querem me ajudar mas não têm condições em diversos sentidos. Já do outro lado, estão aquelas que querem me ajudar, porque sabem que me ajudando, estarão se ajudando também, mas as pessoas do outro lado sabem que talvez não será uma boa escolha e que pode me fazer mal. E aí, eu não sei o que fazer.
Vocês não devem estar entendendo nada, mas nem precisa. O que eu quero mesmo é desabafar! Ontem eu chorei mesmo, e brincando com a minha filha, eu ria e chorava ao mesmo tempo. Pode parecer que não, mas é muito difícil suportar e ouvir os dois lados; eu sempre escondo tudo atrás de um sorriso, mas isso não quer dizer que estou bem; muito pelo contrário. Eu tento amenizar as coisas sorrindo mesmo. To totalmente confusa, to ficando maluca já, vou acabar apelando e ouvindo o segundo lado; mesmo que não seja bom pra mim, pelo menos as pessoas do primeiro lado verão que não foram boas comigo, e eu sei que eu mereço mais do que isso... por isso to triste. Muito triste. Quando será que isso vai acabar? Ontem tive uma coisa boa, encontrei minhas jóias. E fiquei tão feliz! Porque ontem mesmo antes de encontrá-las eu pensei: "nunca vou esquecer que perdi as jóias que recebi com tanto carinho de pessoas tão queridas". E eu ia levar esse pensamento comigo o resto da vida. Mas ainda bem que eu encontrei e quase morri de felicidade e alívio também. Mas em compensação, depois disso fiquei triste porque essa confusão de dois lados me veio à cabeça novamente, e também no meu celular por mensagem...  ah, o que importa agora? Aliás, ninguém se importa comigo, com o que acontece comigo, com a minha felicidade e ainda me culpam de eu estar assim... é difícil...demais mesmo. Ainda bem que minha filha está sempre do meu lado, senão eu estaria pior, se não tivesse meu anjinho ao meu lado. Às vezes eu penso nas bobagens que fiz quando era adolescente, mas me lembro que se não tivesse feito, não teria minha melhor amiga em minha vida. Então pra que me culpar agora? Pode ser que tudo o que está acontecendo seja consequência disso, mas não me importo. Eu não, mas queria que as pessoas se importassem se estou bem, se é isso o que quero fazer, se não estão me pressionando demais pra escolher... Poxa, eu tenho sentimentos, e muito mais do que muitas pessoas insensíveis por aí. Bem, espero que minha situação se resolva o mais rápido possível, porque eu quero mais é ser feliz, e são poucas vezes que isso acontece...

Comentários

Veja também

Novos gifs fofinhos

Gifs doidinhos